• Cain Mireen

Salmo da Maldição para os Inimigos.


Um leão e um urso lutam, assim como os dois homens que os cavalgam sem sela. Do Saltério Ormesby, salmo 109


Eu desde de pequeno fui ensinado pela minha mãe as coisas sábias sobre o catolicismo popular, a forma espiritual-magica da religião católica não oficial da igreja onde o conhecimento popular é a religiosidade do povo. Quando pequeno aprendi como rezar para a Virgem Maria, como defumar a casa e rezar pai -nosso, como rezar ao contrário o Credo para prejudicar os outros e as pequenas magias onde o auxilio de santo é alcançado o resultado desejado.


A bruxaria sempre teve a fé dupla enraizado no caminho tradicional da mulher astuta ou do homem sábio e muito deles conhecem que a magia pode ajudar e prejudicar conforme as nossas vontades colocadas ali, o importante é usar aquilo que funciona e não usar por mero desejo egoísta de que algo é lindo ou esta na moda. Isso mostra que muito do saber feiticeiro de nossa terra é deixado de lado, não é esquecido mas não é dado a importância que deve ter pois a magia popular brasileira é católica em sua ênfase de praticas mágicas.


Desde das Festas Juninas onde temos encantos feitos na fogueira e pedidos aos santos juninos, os dias sagradas onde comemora Santos e feriados cristãos o praticante moderno tem uma certa repulsa de forças mágicas que deveria ser aproveitado, independente do caminho que segue, a bruxaria é ofício e ofício é realizado com as forças mágicas e espirituais que rodeiam pelo ar ou pela terra conforme a Serpente Vermelha cresce durante os meses de luz.


A feitiçaria brasileira é cheia de artimanhas para conseguir o que deseja entre as benção de uma nova casa, conseguir um novo amor, sonhar com o futuro pretendente e muito também é invocado para causar mal aos inimigos, trazer onda de azar e enviar doenças para o vizinho caso aborrece e entre essas operações é usado o Livro de Salmos.


O livro de Salmo ou o Saltério que também é conhecido faz parte de meus serviços espirituais, quando o cliente possui uma inclinação para a fé católica, enquanto realizo minhas operações o cliente está em silêncio com a sua fé para agregar ao trabalho mágico e ter 100% de sucesso no encanto. O mesmo é usado para o caminho do beneficio das artes mágicas onde proteção, limpeza, defesa são realizado com ajuda de salmos, o mesmo possui seu lado negro para as artes do maleficium onde certo salmo é usado para trazer desgraça, morte, doenças e tudo que é desejado caia sobre o inimigo.


Um proverbio das bruxas é dito que " Quem abençoa, pode amaldiçoar" denota que as bruxas entre os praticantes mágicos como os benzedeiras, erveiros, conjuradores e encantadores possui força e sabedoria para abençoar o mesmo pode usar para amaldiçoar. Aqui teremos o conhecido Salmo CIX - Salmo 109 onde é conhecido como o "Salmo da Maldição". O próprio salmo é benevolente mas quando é envolvido com a voz e emoção ele passa a ter um significado para as artes mágicas do maleficium, existe muito outros salmos para prejudicar, levar ruinar ao inimigo, mas esse aqui é o melhor de todos.


"Seja declarado culpado no julgamento,

e que até a sua oração seja considerada pecado.

Seja a sua vida curta,

e outro ocupe o seu lugar.

Fiquem órfãos os seus filhos"


Nada agradável para quem que seja a maldição cair, o salmo conjura o pecado de sua oração, que a morte seja o desejo de quem realiza o ato, seus filhos órfãos e sua mulher viúva de certo modo é um salmo negro. A operação é realizada conforme o praticante conhece armas e ferramentas para executar , um pequeno boneco feito para ser realista como o alvo é passado numa fumaça preparado para o feitiço, pode ser espetado com agulhas, pregos, espinhos ou usar faca e então é jogado no fogo para que possa ser consumido perante as palavras entoado do salmo pela boca do praticante. Uma outra operação que é bem costume meu de usar incenso preparado com certas finalidades para realizar o encanto verbal enquanto o incenso queima e a fumaça sobe ele é reunido e enviado para a casa onde o inimigo mora a varinha pode ser usada para essa finalidade ou a faca apontada para a direção onde o meu infortúnio inimigo reside.


Salmo 109



Ó Deus, a quem louvo, não fiques indiferente,


pois homens ímpios e falsos

dizem calúnias contra mim,

e falam mentiras a meu respeito.


Eles me cercaram com palavras

carregadas de ódio;

atacaram-me sem motivo.


Em troca da minha amizade eles me acusam,

mas eu permaneço em oração.


Retribuem-me o bem com o mal,

e a minha amizade com ódio.


Designe-se um ímpio para ser seu oponente;

à sua direita esteja um acusador.


Seja declarado culpado no julgamento,

e que até a sua oração seja considerada pecado.


Seja a sua vida curta,

e outro ocupe o seu lugar.


Fiquem órfãos os seus filhos

e viúva a sua esposa.


Vivam os seus filhos vagando como mendigos,

e saiam rebuscando o pão

longe de suas casas em ruínas.


Que um credor se aposse

de todos os seus bens,

e estranhos saqueiem o fruto do seu trabalho.


Que ninguém o trate com bondade

nem tenha misericórdia dos seus filhos órfãos.


Sejam exterminados os seus descendentes

e desapareçam os seus nomes

na geração seguinte.


Que o Senhor se lembre

da iniquidade dos seus antepassados,

e não se apague o pecado de sua mãe.


Estejam os seus pecados sempre

perante o Senhor,

e na terra ninguém jamais se lembre

da sua família.


Pois ele jamais pensou em praticar

um ato de bondade,

mas perseguiu até à morte o pobre,

o necessitado e o de coração partido.


Ele gostava de amaldiçoar:

venha sobre ele a maldição!

Não tinha prazer em abençoar:

afaste-se dele a bênção!


Ele vestia a maldição como uma roupa:

entre ela em seu corpo como água

e em seus ossos como óleo.


Envolva-o como um manto

e aperte-o sempre como um cinto.


Assim retribua o Senhor

aos meus acusadores,

aos que me caluniam.


Mas tu, Soberano Senhor,

intervém em meu favor, por causa do teu nome.

Livra-me, pois é sublime o teu amor leal!


Sou pobre e necessitado

e, no íntimo, o meu coração está abatido.


Vou definhando como a sombra vespertina;

para longe sou lançado, como um gafanhoto.


De tanto jejuar os meus joelhos fraquejam

e o meu corpo definha de magreza.


Sou objeto de zombaria

para os meus acusadores;

logo que me veem, meneiam a cabeça.


Socorro, Senhor, meu Deus!

Salva-me pelo teu amor leal!


Que eles reconheçam que foi a tua mão,

que foste tu, Senhor, que o fizeste.


Eles podem amaldiçoar,

tu, porém, me abençoas.

Quando atacarem, serão humilhados,

mas o teu servo se alegrará.


Sejam os meus acusadores

vestidos de desonra;

que a vergonha os cubra como um manto.


Em alta voz, darei muitas graças ao Senhor;

no meio da assembleia eu o louvarei,


pois ele se põe ao lado do pobre

para salvá-lo daqueles que o condenam



Cain Mireen

250 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo