• Cain Mireen

As Virtudes ocultas do Espinho.

"Uma floresta de espinho seu tumulo será

Trazida dos céus, numa nuvem virá

vago quebrando, sem coração

cerque o castelo com a minha maldição" Fada Malévola - A Bela Adormecida.


Da parede de espinhos que a Malévola conjurou para cercar o castelo onde uma princesa dormia através de sua maldição para que o príncipe não chegue para salva-la é dito no conto de fadas; esses contos que muitas vezes escondia através de feitiços, superstições e maldições os poderes ocultos de pessoa, seres mágicos e objetos.


“A Bela Adormecida”, Gustave Doré , 1867

Das Virtudes ocultas dos espinhos posso citar dois aspectos mágicos defesa e ataque; sendo essas duas maneiras astutas da bruxa trabalhar o seu poder em companhia dos espíritos vegetais para alcançar o desejo maldito de abençoar ou prejudicar. O mesmo poder que é contato no conto de fadas A Bela Adormecida, impedindo que o príncipe chegue ao castelo, e assim conjurando uma parede de proteção de espinhos, a mesma força mágica que ela é conjurada quando cercamos nosso castelo.


Assim como no conto de fadas da Bela Adormecida, utilize plantas espinhosas e coloque nas janelas, nas portas e qualquer entradas em sua casa para proteger contra intrusos; esses lugares dentro de nossa morada são considerados limiares; lugares de entrada e saída de forças espirituais, espíritos, e influências mágicas tanto de fora para dentro ou de dentro para fora.

Daniel Scukle em seu livro Viridarium Umbris, um verdadeiro grimório vegetal e das forças feiticeiras das ervas e árvores ele traz informações uteis para o astuto sobre o espinho e seus usos;

"Espinhos são principalmente armas de Vigilância. Assim, muitas vezes se encontram algum doce tesouro que a Erva ou Árvore é obrigada a defender contra aqueles quem iria roubá-lo: a flor odorífera da Rosa, o oásis úmido no coração do cactus, as datas suculentas dos espinhos da crucificação. O espinho, portanto, é naturalmente dotado das potências de defesa rápida, e além desta virtude, ódio de seus inimigos e valor na guerra. Dentro nesta última manifestação o Espinho é punitivo e obrigatório, o Santo Prego da Greenwood executando a sentença sombria da Crucificação de uma só vez aproveitando as forças de amarração e tormento." Viridarium Umbris

The Pleasure-Garden of Shadow, by Daniel A. Schulke

Os espinhos de certas plantas e árvores podem e devem ser usados na composição de ingredientes de garrafas de bruxas, bolas de bruxas, sacos de bruxas; o número de espinhos sempre será em número impar. Um fio vermelho comportando sete ou nove espinhos é encanto para manter próximo da janela contra invasão de forças mágicas maléficas.



Gemma Gary em seu livro Traditional Witchcraft, The Book of Cornish Ways traz encantos feitos com espinhos de uma árvore sagrada para a bruxa o abrunheiro;


"A sebe de abrunheiro é um símbolo de alta eficácia em protetores e defensivos nos limites. Um amuleto potente para proteger os habitantes de uma casa de todas as interferências externas, intrusões, ataques, maldições, e todas as intenções maliciosas gerais, é estabelecer uma mágica fronteira na forma de oito grandes e viciosamente afiados espigões de abrunheiro amarrados em um cordão de linha vermelha, passados através da fumaça de Marte e pendurado em alguma janela da casa, O Mercurial número oito é empregado aqui para permitir, e até encorajar, todas as visitas bem-vindas e beneficentes, contato e comunicação de fora para passar para a casa. Aqueles que tentam forçar seu caminho através ou sobre uma sebe limite de abrunheiro, só terá sucesso em se prejudicando através de uma tentativa tão tola, o mesmo destino recairá sobre todos aqueles que tentarem se forçar, sua malícia ou influência sobre os habitantes da casa que tem tanto charme."

Onde for necessária mais proteção de perto, uma armadilha de espírito é melhor assente em porta ou verga, formada a partir dos galhos de uma árvore espinhosa, inserida na forma de cruz e encadernado com fio vermelho. Viridarium Umbris The Pleasure-Garden of Shadow, by Daniel A. Schulke

"Armadilhas Espirituais, criadas para prender sombras assombrosas ou malévolas, pode ser pendurada diante de portas e janelas, habilmente tecida de galhos espinhosos. Esta é uma arte bem conhecida no país. Armadilha do Espírito é feita com suficientes galhos para formar a runa de ligação, hex, a cruz espinhosa ou escada de Espinhos, então amarrados com fios de escarlate e pendurados perto da casa. Alternadamente, a runa é colocada em um único galho cravado no chão." Viridarium Umbris The Pleasure-Garden of Shadow, by Daniel A. Schulke

Deve ter cautela para haver uma boa colheita desses espinhos, certos espinhos são acompanhados por venenos que podem trazer feridas em suas mãos de poder e nisso pode ser fatal para o feiticeiro descuidado, uma faca da arte preparadas e uma cama para a caída dos espinhos devem ser criados para o proposito da feitiçaria e seu trabalho mágico. Como é no mundo da carne, assim segue baixas no mundo do espírito: quanto mais punitiva a coluna, e maior seu número, maior será a eficácia dentro do Círculo de Arte contra o espírito nocivo.


Cante canções mágicas para que a colheita seja bem sucedida, o espírito da árvore deve saber para qual ocasião é feito a retirado do espinho e nisso a ligação entre a voz do feiticeiro, o espírito do Éden e a manifestação física da força espiritual do gênio é ligado dentro do circulo da arte; as ofertas para esses espíritos agressivos são feitos aos pés de suas raízes, entoando palavras de honra e culto uma boa taça de vinho seco é preferível.


Um exemplo de espinhos para a proteção caseira e pessoal é encontrado no pequeno arbusto chamado de Coroa-de-cristo ele possui outros nomes folclóricos também dependendo da região, eu utilizo ele em todos os assuntos que envolvem defesa, ataque, proteção, contra olho mau, feitiços de outros praticantes negros, influências maléficas, tormentos, ataques de espíritos malignos e contra pessoas más intencionadas; o seu poder estende em seu pequeno caule que é cercado de espinhos na qual om a faca da arte é retirado com cuidado, uma pequena libação de água é feita em seus pés. O momento de sua colheita é destinado com a arte na qual será feita, para fins de proteção recolha quando há luz no céu, para fins do maleficium prefira recolher nas horas escuras.

Euphorbia milii


Para a arte do maleficium, os espinhos são usados com frequências pelo praticante para enviar uma onda maléfica espiritual para prejudicar o seu rival, um boneco é tradicionalmente usado dependendo da fabricação dele feito pela mão do feiticeiro na qual os espinhos são inseridos nas partes correspondente do corpo humano do rival, e todos os espinhos é entoado palavras de maldição para enviar o feitiço.


Os espinhos de uma roseira são usados para maldições amorosas, um boneco de barro é feito que assemelhe o seu amor que te magoou ou fugiu com amante, é retirado um pedaço de caule contendo espinhos de uma roseira e na qual é envolto com linha preta e dizendo:


"Mil maldições rogo sobre ti (fulano), não me amou e ninguém te amará.

Assim como a terra seca, e o rio seca.

Seco o seu corpo com essa maldição”


Deixe o boneco em seu altar até que o caule da roseira seque por inteiro. Os espinhos tem um uso intenso dentro do oficio.


Uma árvore poderosa dentro do meu oficio é chamada de Espinho-de-judeu (Salicaceae xylosmana) qual ela é recolhida os espinhos antes do anoitecer depois de ter feito uma oferenda de vinho seco aos pés da árvore para o seu Gênio Vegetal; os seus espinhos são grandes e úteis para a feitiçaria maléfica seus espinhos são grandes assim é preferível esse tipo de espinho para serem usados nessa arte negra; os espinhos assim produzidos costumam ter vários centímetros de comprimento e de espessura suficiente para infligir danos condenatórios à carne e ao espírito.


espinho-de-judeu

espinho-de-judeu

Os espinhos para essa arte além de ser retirados do próprio corpo da planta, ele pode ser criado pela mão do feiticeiro com certas madeiras para as artes negras como a figueira por ter sido amaldiçoada por Jesus Cristo ou o cedro a arvore da morte, muitos também são usados como árvores que cresce dentro de cemitérios que podem ser usados para criar espinhos da morte, no que podem ser usados para feitiços de morte.


Encanto do espinho


“Silencioso é

Estrada escura leva ao caminho do ofício

Retirei os espinhos do Tormento

Pelo espinho da crucificação

A força do Cravo em ti

Todos os espíritos em fixaram

Deixe os fantasmas e a carne pecaminosa, deslocar.

“Em espinho, a treva cai e o mal fuja.”


oA cura mágica feita com o espinho também possui as suas virtudes misteriosas mágicas a cerca da cura de verrugas, uma cura mágica que usa a lesma como uma transferência da verruga para a lesma e ela é empalada num espinho; esse encanto é visto em um museu Pitt Rivers na seção de Magia Simpática que é praticado em toda a terra do Reino Unido.


Encanto para verrugas. Saia sozinho e encontre uma grande lesma preta . Esfregue secretamente a parte de baixo nas verrugas e empale a lesma no espinho. À medida que a lesma morre, as verrugas desaparecem.


Lesma empalada no Museu Pitt Rivers


Possa Caim te abençoar.

Cain Mireen





443 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo