• Cain Mireen

Ervoaria bruxa, arruda.

Ervoaria da Bruxa , Arruda



A conhecida Ruta graveolens chamada por popularmente como arruda, arruda-fétida, arruda - domestica nativo da Península Balcânica . Atualmente, é cultivada em todo o mundo em jardins , principalmente pelas folhas azuladas e, às vezes, pela tolerância às condições quentes e secas do solo . Também é cultivada como uma erva medicinal, como condimento e, em menor grau, como repelente de insetos.

É considerada uma erva de forte poder mágico por excelência e esta na mesa de trabalho de muitos bruxos e feiticeiros que compreendem o poder dessa erva e de seu espírito, ela carrega um forte folclore e uso dentro da ervoaria bruxa nas operações mágicas e feiticeiras, sendo que dentro da crença popular brasileira ela é usada para espantar maus espíritos quando é sustentada na orelha esquerda, muito usado pelos homens na época colonial essa crença de origem africana até hoje persiste.


O nome latino 'Ruta' vem do grego 'reuo', que significa 'libertar', provavelmente se referindo à longa história da planta como agente de cura, contra doenças, encantamentos e pestes e seu epíteto específico graveolens refere-se às folhas com cheiro forte.




Diz-se que na Grécia Antiga a arruda era usada para tratar doenças e, sobretudo, para afastar as forças do mal, para os Romanos, era especialmente usado pelas mulheres mais velhas e sábias, que costumavam andar pela rua com um ramo de arruda na mão, para se defenderem contra as doenças contagiosas e, sobretudo, para afastar os males como o mau-olhado e o maleficium.


Durante a Idade Média, a arruda estava pendurada em portas e janelas para afastar os maus espíritos. Foi pensado para proteger contra a praga, e como as pessoas também esfregavam o chão com uma arruda fresca para evitar pulgas, já que uma receita antiga mandava pegar arruda seca triturada e mistura com água quente e passar no cabelo de quem tem piolho, essa mistura era remédio contra piolho. Muitos caminhos espirituais reconheceram o poder da arruda: aparentemente foi chamado de erva da Grécia porque os primeiros cristãos a usaram como uma ferramenta para aspersão durante os exorcismos e antes de realizar a missa.



Às vezes, arruda era chamada de bruxa porque as pessoas carregavam ramos para afastar as bruxas ( esta crença nasceu com as pessoas negativas que quando chegava perto da arruda essa murchava) , Nos séculos 18 e 19, os italianos fizeram amuletos chamados de cimaruta para se parecer com a folhagem da arruda, a ponta de cada ramo estava decorada com um símbolo, geralmente relacionado à fertilidade: facas, chifres, protetores solares, luas crescentes, peixes, chaves, até o Sagrado Coração de Jesus. Um cimaruta foi criado para proteger o usuário do mau-olhado muito popular na feitiçaria tradicional italiana

Arruda tem um cheiro forte que os gatos costumam achar nojento. Desde que os gatos se associaram historicamente às bruxas, a arruda tem sido usada como um talismã para afastar as bruxas e seus parentes desde a Idade Média.


Arruda que também recebe o nome de Mãe das ervas, está associada aos planetas Marte e ao Sol e ao elemento fogo segundo Paracelso, marte pelo seu gosto amargo e pelas suas influências guerreiras na feitiçaria e do Sol pelas suas flores amareladas que são uadas para ter visões proféticas ou lavar os olhos nas luas cheias na alvorada.


Arruda é um elemento comum na proteção mágica, um homem sábio pode misturar arruda seca com água da nascente e espalhá-la por toda a casa para eliminar um feitiço ou convidar vibrações pacíficas, colocando uma bolsa cheia de arruda sobre a porta da frente protege do mau-olhado.


Arruda é uma dos ingredientes em um banho de proteção, a mulher sábia ou o homem sábio precisa de sal, manjericão fresco, alecrim, arruda, lavanda e hortelã. Em seguida, coloque a mistura em um banho quente e deixe descansar por alguns minutos, quando for tomar banho apenas precisa coar juntando o restante das ervas e depositar debaixo de uma árvore, pode se tornar incenso de um amante se misturado com flores de sândalo e lavanda, colocando incenso no sapato de um homem garantirá sua fidelidade.

É sagrada para Marte, era cultivada próximo ao templos dedicado a esse Deus Romano, e junto também consagrada para Diana a Senhora Caçadora dos bosques da Itália, Aradia, a Matrona da Feitiçaria; Mercúrio o Psicopompo entre os mundos; É usado o sumo da arruda fresca para lavar objetos de ferro, consagrados para marte.



Busto de Marte, o Deus romano da agricultura, guerra e do ferro.

Um monge do século 9, chamado Walahfrid Strabo, gostava de cultivar arruda em seu jardim, mas tinha a impressão de que era seguro colher de manhã, mas quando era colhido mais tarde, a planta se tornava venenosa. A planta também fazia parte do infame 'vinagre de quatro ladrões', usado pelos quatro ladrões franceses que gostavam de roubar dos corpos das vítimas da peste. A reputação da fabricação continuou até a história relativamente recente - um boato surgiu em 1760 de que uma praga havia aparecido em um hospital de Londres e, como resultado, o preço da arruda nos mercados disparou, foi usada como uma erva espalhada para proteger o público em geral de infecções.


Plínio, o Velho, recomendavam que a arruda fosse combinada com o oleandro venenoso do arbusto para ser bebida como um antídoto para as picadas venenosas de cobras; A arruda cultivada no jardim é protetora, e o suco de arruda fresco pode ser misturado com orvalho e usado em feitiços para proteção, ela tem a reputação de ser uma poderosa erva visionária; Uma receita que foi passada para min muitos anos atrás consiste alguns raminhos de arruda dentro de um pote de barro na qual deve este descansar no sereno durante a noite de lua crescente, antes que o sol levante deve ser lavar os olhos com este preparo em todas as noites de lua crescente para aflorar a visão.


Use arruda para proteger a sua casa, espalhando ela seca pelas portas e janelas, lavando com o sumo fresco dela o chão de entrada e mantendo vasos e ramos dela próximo da porta.



Fontes:

Propriedades Ocultas das Ervas & Plantas de W. B. Crow

História das Ervas Mágicas e Medicinais de Mar Rey Bueno

Botânica Oculta de Paracelso

http://www.eldrumherbs.co.uk/content/content_files/profiles_rue_ruta-graveolens.php?state=1





382 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo